2 de outubro de 2009

Paté de atum



Pode parecer apenas mais uma simples receita de paté de atum como existem às dúzias espalhadas pela blogosfera culinária... mas não é. Pelo menos para mim. Para já, é a melhor pasta de atum que jamais comi. Não tem praticamente nada a ver com o conteúdo insípido daquelas caixinhas redondas que aparecem pelas mesas dos restaurantes. Provavelmente, as anchovas são mais que responsáveis pelo sabor especial desta versão. Mas, sobretudo, simboliza histórias de amizades cruzadas e encontros transatlânticos. Quando esteve de férias nos Açores, a minha querida amiga Pipoka ofereceu-me o belíssimo livro de onde foi retirada - apaixonei-me loucamente pelo livro, uma bonita homenagem à Portugal e ao seu povo feita através da nossa culinária. Vim a saber mais tarde que também a nossa amorosa Laranjinha tivera a ideia de me oferecer o mesmo livro aquando da sua viagem ao arquipélago... E a primeira vez que experimentei fazer o tal paté de atum, foi para receber umas amigas blogueiras - a Olguinha, a Isa e a Manuela - num lanche ajantarado muito divertido em minha casa que terminou a altas horas de uma noite quente em Angra do Heroísmo, ao som dos Da Weasel que estavam a actuar ao vivo no quadro do festival AngraRock... Entretanto, como este paté costuma sempre encontrar muito sucesso, tenho-o servido à cada visita amiga, como a da Teresa P., que até já participou neste Bistrot com uma receita. Deixo aqui um beijinho enorme a todas as minhas amigas citadas acima, deste lado como do outro do Atlântico, e dedico-lhes - é claro - a receita... :-)

Ingredientes para 4-6 pessoas

- 1 lata pequena de filetes de atum em azeite (+/- 120 g)
- 100 g de manteiga com sal à temperatura ambiente
- 2 filetes de anchovas
- sumo de 1/2 limão pequeno
- 1 pitada de malagueta seca moída
- pimenta moída no momento

Preparação

Escorrer muito bem o atum e separa-lo em lascas. Colocar as lascas de atum no fundo do copo da varinha mágica.

Passar os filetes de anchova sob água fria corrente; secar com uma folha de papel absorvente. Cortar os filetes de anchovas em pedaços e juntar ao atum.

Adicionar a manteiga previamente cortada em pedaços. Triturar com a varinha mágica até obter uma pasta homogénea e sem grumos.

Juntar o sumo de limão, pimenta e a malagueta moída. Voltar a triturar um pouco.

Transferir o paté de atum para uma tacinha ou um ramequin. Polvilhar eventualmente com mais um pouco de malagueta moída e cobrir com filme transparente. Deixar tomar gosto no frigorífico durante pelo menos 1-2 dias.

Retirar o paté do frigorífico 10-15 minutos antes de servir. Acompanhar com mini-tostas ou pão torrado.

Fonte : receita adaptada do livro Sabores e Cozinha - Ao Encontro de Portugal, de Tessa Kiros - Ed. DK Civilização (Portugal)


Paté : Patê - Anchova : Enchova, aliche - Sumo : Suco - Pimenta : Pimenta do reino - Varinha mágica : Mixer - Frigorífico : Geladeira

18 comentários:

  1. de certeza que as anchovas dão-lhe o toque especial !
    Fica cá num cantinho para testar.

    bjka e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Elvira, que coisa boa!
    Pela receita, é diferente de todos os patês que já comi também. As anchovas devem dar um sabor incrível!
    Adorei a anotei! rsrs
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Uma receita a experimentar, deliciosa sem dúvida, e imagino as conversas animadas por entre tostas de atum. A amizade é uma coisa linda!
    Beijinhos
    Moira

    ResponderEliminar
  4. Aqui em casa gostamos bastante de pate de atum e com as anchovas deve ficar com um sabor muito melhor, a fazer em breve.
    Obrigada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Adorei!!Diferente, sem maionese e tem tudo para ser delicioso!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. isso é que foi farra, não foi menina Elvira?
    quem me dera ter estado com vocês... ao menos sempre provava o patê.

    ResponderEliminar
  7. Eu adoro patê de atum... é fácil de fazer e delicioso!

    ResponderEliminar
  8. Deve ser uma delícia e é bem diferente não leva maionese.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Sem duvida que deve ser bem bom!!! Um dia..qd colocar o meu patê gostava que fosses ver para ver se o axas "insipido" ta? axo que vais gostar!!! beijokas e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  10. eu posso comprovar que é muito bom!! comi, comi e comi!!! e gostei muito, e realmente as anchovas daõ-lhe aquele saborzinho....
    Elvira, esqueceste-te de falar nas caiprinhas!!!Foi uma boa terda e um final de noite fantástico!!bj

    ResponderEliminar
  11. É um patê altamente recomendado! :)
    Se a Elvira e as outras ilustres blogueiras aprovam, eu aposto que é uma excelente sugestão.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Olá!

    PARA AJUDAR o NOSSO MENINO que nasceu com uma DOENÇA MUITO RARA (Lisencefalia),estamos a fazer um sorteio no blog do Sorri Ratinho com BOM MATERIAL de artes decorativas.

    Visita-nos em http://cerebro-liso-lisencefalia.blogspot.com e AJUDA comprando algo para fazer ou para oferecer.

    Qualquer esclarecimento, estamos disponíveis.

    ResponderEliminar
  13. O patê deve ser óptimo e imagino o que se devem ter divertido as meninas, talvez tanto como eu quando nos encontrámos.

    Um beijinho para ti, querida Elvira.

    ResponderEliminar
  14. Ola Elvira :) Realmente o pate é uma delicia ;) vou ter que o fazer :P Por comer, comi e muito naquela tarde!
    Adorei conhecer voces todas ;)
    É muito engraçado associar caras a blogs ;)

    bjins muito grande ;) e no Natal juntamo.nos de novo :P

    ResponderEliminar
  15. Fiquei com nostalgia daquele dia tão bem passado em vossa companhia. Estas férias de Verão, graças a ti e à Isabel, ficarão gravadas na minha memória.

    beijocas

    PS - estou agora com outro livro da Tessa Kiros em mãos (falling cranberries), é absolutamente fantástico.

    ResponderEliminar
  16. Olá Elvira,

    Nossa, esse patê me pareceu delicioso. Será que dá pra fazer usando o processador de alimentos?

    Obrigada!

    Abraço,

    ResponderEliminar
  17. elvira as anchovas devem fazer toda a diverença
    ja guardei para testar.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. OI, adorei teu blog. mas diga as anchovas não puxam para elas o sabor?

    ResponderEliminar

Tempere à gosto !