19 de Maio de 2010

Bolo de ananás à moda de São Miguel



Bolo de ananás é provavelmente daqueles doces que toda a gente já fez pelo menos uma vez na vida, geralmente com ananás de conserva. Mas já algum vez tentou a experiência com ananás fresco...? E se o ananás for açoriano, então, este bolo clássico pode ficar excepcional! A massa fofa, bem amanteigada e húmida combina na perfeição com o sabor do ananás fresco. Uma receita deliciosa para repetir muitas vezes, sem dúvida.

Ingredientes para 6 pessoas

- 350 g de açúcar
- 1 ananás dos Açores com aproximadamente 650 g
- 4 ovos (claras e gemas separadas)
- 200 g de manteiga com sal, amolecida + um pouco para untar
- 200 g de farinha + um pouco para polvilhar
- 1 colher (chá) de fermento em pó



Preparação

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma redonda com manteiga e polvilhar com farinha (ou forrar com papel vegetal). Reservar.

Preparar o caramelo, aquecendo 115 g de açúcar num tacho anti-aderente, em lume médio. Juntar umas colheradas de água. Quando o açúcar começar a derreter, inclinar a panela e rodar, sem mexer, para o açúcar não cristalizar. Continuar a aquecer e a rodar até o açúcar derreter por completo e obter um caramelo dourado, sem deixar queimar.

Deitar o caramelo para a forma, inclinado esta e fazendo rodar até o fundo e as paredes ficarem bem revestidos. Reservar.

Cortar o ananás em 9-10 rodelas de 1 cm de espessura. Remover cuidadosamente a casca e os olhos, assim como o centro de cada fatia. Dispor as rodelas em rosácea no fundo da forma, sobrepondo-as harmoniosamente em camadas até esgotarem. Reservar.

Bater muito bem a manteiga com o açúcar restante. Juntar as gemas e a farinha previamente misturada com o fermento. Misturar muito bem até obter uma espécie de areia grossa.

Bater as claras em castelo firme e incorpora-las delicadamente ao preparado anterior, levantando a massa de baixo para cima com uma espátula ou uma colher de pau, sem bater.

Transferir a massa para a forma. Bater com a forma contra a bancada para que a massa fique bem espalhada.

Levar ao forno por 45-50 minutos, a 180ºC, ou até o bolo se apresentar crescido e bem dourado. Verificar a cozedura do bolo com um palito ou uma lâmina fina (atenção, pois este bolo fica húmido).

Retirar o bolo do forno e deixa-lo amornar. Passar uma lâmina fina entre o bolo e as paredes da forma. Desenformar, colocando um prato raso sobre a forma e virando o conjunto com um movimento rápido. Retirar delicadamente a forma. Servir o bolo morno ou à temperatura ambiente.

Fonte : receita adaptada do livro Sabores e Cozinha * Ao Encontro de Portugal, de Tessa Kiros - Ed. D.K. Civilização (Portugal)

Ananás : Abacaxi - Papel vegetal : Papel manteiga - Claras em castelo : Claras em neve

16 comentários:

  1. Um verdadeiro luxo!.... deve fazer toda a diferença a utilização do ananás fresco...
    Babette

    ResponderEliminar
  2. realmente de aspecto está fabuloso........
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. ai amiga que lindo bolo o teu lindo mesmo...jinhoss

    ResponderEliminar
  4. HUmmm!!! confesso que com ananás fresco nunca fiz mas estou tentada :-)
    Quem sabe no próximo fim de semana :-P

    Bjokas

    ResponderEliminar
  5. que bom aspacto.
    de facto com ananas fresco deve ficar muito melhor.

    ResponderEliminar
  6. ficou lindo ha anos que nao faço bolo de ananas, e gosto tanto

    ResponderEliminar
  7. A minha ultima "postagem" foi um bolo de ananás mas como uma "pequena grande" diferença apesar de ser de São miguel não sou grande apreciadora do ananás puro e então fiz com ananás de lata! E ficou maravilhoso! Antes fazia com uma receita diferente esta é divinal! ;O)

    Beijinhos
    Sandra

    ResponderEliminar
  8. Ficou com um aspecto bem delicioso.

    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Aqui também é muito fácil encontrar ananás fresco. Vou experimentar esta receitinha!

    ResponderEliminar
  10. Um bolo estupendo, imagino o seu sabor preparado com o delicioso ananás de S. Miguel. Divino!
    Uma receita que anoto...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. e um boloq ue eu adoro ams realmente faço smpre com ananas de lata
    tenho que experimentar assim
    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Querida Elvira,
    Depois de tão contagiante descrição, de magnífica ilustração e de deliciosa receita...Só resta mesmo fazer, provar e confirmar o que os outros sentidos já comprovaram!
    beijinho grande.

    ResponderEliminar
  13. Realmente nunca pensei experimentar ananás natural...
    Uma óptima sugestão...
    No variar é que está o ganho...heheheh
    Obrigado pela partilha...
    Beijinhos...

    ResponderEliminar

Tempere à gosto !