28 de junho de 2007

O Livro de Pantagruel



Andava de olho no famoso Livro de Pantagruel há algum tempo. Até que enfim, acabei por comprar a "Bíblia" lusa da culinária, um imponente calhamaço de 1200 páginas...!

«Prazenteiros apetites, permitidas gulas e consentidos desejos de bolos, biscoitos, gelados, carnes e massas, legumes e peixes, suculentos purés e reconfortantes gaspachos. As mil e uma noites do sabor lusitano. A maior recolha de receitas tradicionais portuguesas actualizada e condimentada a arte e paixão. 60 anos de cultura e sabor.



O Livro do Pantagruel foi editado pela primeira vez em 1946. Das 1500 receitas iniciais a autora reviu, actualizou e assinou (cada uma das edições) compilando actualmente cerca de 5000 receitas. Uma recolha de pratos e segredos de família a contarem um pouco mais da intemporal arte da cozinha. Na combinação de ingredientes, misturando temperos, pitadas e pitadinhas de contida imaginação revive-se o secular prazer do bem comer...»


O Livro de Pantagruel
Jorge Brum do Canto, Bertha Rosa-Limpo, Maria Manuela Limpo Caetano
Círculo de Leitores / Temas e Debates

24 comentários:

  1. Eu estava curiosa para saber o que era mesmo esse livro de Pantagruel. Menina, que relíquia...

    ResponderEliminar
  2. Hmmm. Gostei. Será que eu acho ele aqui pelo Brasil? Vou atrás. Mto interessante.
    Bjs
    Diego

    ResponderEliminar
  3. Queria um para mim. Sou aficcionada por livros de receitas.

    ResponderEliminar
  4. Excelente Elvira! Eu tenho (emprestado pela minha mãe) a 27ª edição de Março de 1973 que na altura era vendida em 2 volumes - um exclusivamente dedicado a todo o tipo de doces e outro dedicado a todos os pratos "salgados". Inclusivé, nessa altura todos os exemplares vendidos eram rubricados pessoalmente pela autora Bertha Rosa-Limpo! :)
    A minha mãe diz que nalguns casosépreciso ter cuidado coma s receitas porque segundo ela algumas têm alguns erros a nível das quantidades dos ingredientes, mas no meu caos e até agora ainda não encontrei nada que me causasse algum problema sério.
    O livro é excelente, tem 5000 receitas e vale quanto mais não seja pelos textos e pela sensação que nos causa de regresso ao passado. :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Eu também queroooooooo!!!!

    Bjão, Diogo.

    ResponderEliminar
  6. Já estou pensandos nas delícias que sairão daí. Hummm!. Bjs. ;o)

    ResponderEliminar
  7. Agora é que vai ser cozinhar amiga.. Eu hoje queri fazer uns bolos secos, saiu-me muito mal.. É que sem balança de cozinha não vou lá..bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Meninas e Meninos! Atenção! Agora é que a Elvira vai andar em roda viva na cozinha! Cuidado amiga, nãotenha um esgotamento!!!

    ResponderEliminar
  9. Você mudou a foto do perfil e o layout! Elvira, sua cozinha sem este livro já devia ser o cantinho mais gostoso da casa, agora então... :-)

    ResponderEliminar
  10. Eu também já andava atrás desse livro há muito tempo...
    Este ano, aproveitei a feira do livro, e comprei-o aproveitando o desconto.
    Elvira adoro o seu blog, venho cá todos os dias ver as novidades.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  11. Elvira querida,
    realmente é sensacional este livro, imagino as delícias que contém nele...
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  12. Foi o 1º grande livro de culinária que eu tive!

    ResponderEliminar
  13. conheco muito bem esse livro. a minha prima, que agora já está a morar em portugal outra vez, tinha um. lembro-me dum calhamaco de capa vermelha e sem fotografias. gostava de o herdar, deve já ser antigo também. aqui há um livro desses parecido chamado qualquer coisa como: livro de cozinha baviera.
    estou para ver o que nos vais fazer daí. beijo

    ResponderEliminar
  14. Adoro livros de culinária! É uma delícia folhear livros novos e descobrir coisas interessantes... Este parece ser bem abrangente, Elvira! Bjs!

    ResponderEliminar
  15. E vale a pena? Eu vou a POrtugal disposta a umas compras já dia 10...

    ResponderEliminar
  16. Uma cabeça tão cheia de nadas, corpo em ritmo constante, uma réstia de lúcida vontade, guia o insólito caminhante. Este verde tudo cobre, esta mágoa feita de nevoeiro, triste fado, assombração, tens o vazio por companheiro.


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  17. O livro de pantagruel é a "biblia" da cozinha,é pena ser um pouco caro, queria lhe fazer uma pergunta Elvira se sabe o que é leite avaporado?

    ResponderEliminar
  18. Elvira tambem adora ter esse livro.um bjs Natércia...

    ResponderEliminar
  19. Lembrei-me agora, com a tua ajuda que a minha mãe tem este livro, quem sabe um destes dias não lho vou pedir "emprestadado"? ehehehe

    ResponderEliminar
  20. Sabes que ando atrás desse livro há taaaanto tempo. É realmentea meca da cozinha, dos cozinheiros excelentes como tu!
    Beijocas !

    ResponderEliminar
  21. O texto, maravilhoso, é sensual. Já estou à cata do livro.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  22. Lourdes Maria de Freitas7 de dezembro de 2007 às 05:57

    Elvira, bom dia, sou de uma cidade do interior do estado de São Paulo, no Brasil e meu namorado é de Portugal, vive na linda Lisboa, e dias desses, conversando com ele pelo Skype, ele estava a me dizer, que sua mãe (minha futura sogra) deu-me um livro de culinária editada em 1959, e qual não foi a minha surpresa em ver o seu blog, uma edição desse livro, pois, o livro que eu ganhara, é O Livro de Pantagruel - Cozinha - Doçaria - Bebidas, 19ªedição - editado em 1959, pela Editora Bertha Rosa - Limpo - Lisboa 1959. Esse livro esta à minha espera aí em Portugal, além do meu querido Português, e para ficar em falta com ele, fiz uma receita de um Bolo de Nozes, cuja receita ele me passou via skype.
    Não sou uma expert em decoração de bolos, mas, o bolo ficou a contento, como podes verificar em meu álbum de fotos e receitas:
    http://lourmaris.multiply.com/photos/album/74/BOLO_DE_NOZES

    Adorei seu blog e a coincidência de ter encontrado uma referência ao querido livro de Pantagruel.
    Desculpe-me a invasão, tenha um ótimo dia.
    Abraços carinhosos,
    Lourdes Maria de Freitas
    lu.mf_2006@hotmail.com
    7/12/07.

    ResponderEliminar
  23. Ola Elvira,

    Soh de ler as receitas veio-me agua a boca.
    Durante os anos aue morei em Lisboa, posso afirmar que, indubitavelmnete, o Livro de Pantagruel faz jus a fama culinaria portuguesa.
    TENHO o meu tambem :), 49ª edição, com dedicatoria da autora(filha. Mas este eh para perguntar pela receita de filhoses. Iguaria simples e nostalgica ;) dos bons tempos das pastelarias das Portas de Sto Antao, ruas do Ouro; Prata, etc Alguem poderia fazer este grande favo? Desde jah fico agradecida.
    m.regina boppre
    end eletronico
    m.reginabypanoramioarrobahotmailcom
    ou para l.moreiramatarazzoarrobagmaimcom

    ResponderEliminar
  24. Elvira
    Nós somos uma editora de arquitectura, mas apareceram-nos misturados com livros de arquitectura alguns de cozinha que queremos vender, entre os quais um PANTAGRUEL 1ª edição de 1945, assinado pela autora e em óptimo estado.
    Como não percebemos nada de cozinha agradecemos publicite a nossa intenção de vender este livro (e os outros). Quem nos quiser contactar editorialblauarrobagmail.com

    ResponderEliminar

Tempere à gosto !