12 de Março de 2012

Empadão de pato confitado


Este prato foi confeccionado com as sobras de três patos confitados que cozinhei para a noite de Natal, seguindo esta receita. O pato é primeiro cortado em pedaços que se esfregam com sal e que depois ficam assim de um dia para outro antes de serem longamente cozinhados na própria gordura até a carne se desfazer com um garfo. Um clássico da culinária tradicional francesa. Se não lhe apetecer gastar tanto tempo na cozinha, poderá recorrer a pato confitado já pronto, uma dispendiosa iguaria vendida em latas luxuosas ou em frascos de vidro na maior parte das lojas gourmet. O confit de canard é muito bom só por si, ao natural, apenas aquecido na frigideira ou no forno - servido com batatas assadas. Todavia, também entra tradicionalmente na receita da maravilhosa feijoada à moda de Toulouse - o cassoulet - e neste empadão festivo, muito saboroso...

Ingredientes para 4-5 pessoas

  • 4 pedaços grandes* de pato confitado
  • 2 cebolas médias, picadas finamente
  • 2 chalotas francesas, picadas finamente
  • 10 batatas grandes - com a pele
  • 2 colheres (sopa) de natas espessas
  • leite q.b.
  • 1 boa pitada de noz-moscada moída
  • sal & pimenta preta moída no momento
* 4 pernas. Ou 2 pernas e dois peitos. Também pode usar uma quantidade equivalente de pato assado e refogar as chalotas e as cebolas em gordura de pato - ou banha de porco, na falta desta.

Preparação

Lavar e escovar muito bem as batatas em água fria. Levar a cozer - com a pele - em água temperada de sal. Escorrer as batatas - reservar um pouco da água de cozedura - e deixar amornar.

Entretanto, aquecer os pedaços de pato confitado numa frigideira em lume muito brando até a gordura derreter.

Retirar os pedaços de pato da frigideira, reservando uma colher (sopa) de gordura. Descartar os ossos e a pele. Desfiar a carne e reservar.

Aquecer a gordura de pato reservada numa caçarola. Refogar as cebolas e as chalotas picadas em lume brando, mexendo com frequência para não deixar queimar.

Adicionar o pato desfiado e envolver em lume médio-alto por 5 minutos, até a carne ficar tostada mas ainda tenra. Retirar a caçarola do lume e reservar.

Pré-aquecer o forno a 200ºC.

Descascar as batatas e reduzir estas em puré com o auxílio de um passe-vite. Incorporar leite e água da cozedura das batatas aos poucos, até obter um preparado homogéneo e untuoso. Adicionar as natas. Temperar com a noz-moscada, sal e pimenta. Misturar muito bem.

Espalhar metade do puré de batata no fundo de uma assadeira. Alisar com uma espátula e sobrepor o preparado de pato de maneira uniforme. Cobrir com o puré de batata restante.

Alisar a superfície com uma espátula e decorar a gosto com os dentes de um garfo. Levar ao forno - a 200ºC - durante aproximadamente 25-30 minutos, ou até dourar.

Retirar a assadeira do forno e deixar repousar por 5 minutos antes de servir. Acompanhar com salada de canónigos, por exemplo.

Fonte : receita adaptada do blog Péchés Mignons (França)

Empadão : Escondidinho, torta - Chalota : Echalote - Natas : Creme de leite - Pimenta : Pimenta do reino - Passe-vite : Passapuré

7 comentários:

  1. Elvira que empadão tão apetitoso de pato nunca provei mas tenho a certeza que aprovava.

    Beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Que perdição! E logo para mim, que sou fã de empadão :)

    ResponderEliminar
  3. Ai que tentação... está de babar amiga!

    Beijinhos MissB
    http://arcoirisnacozinha.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. De pato nunca comi, mas deve ser optimo :)

    ResponderEliminar
  5. Temos de aproveiatr e este aproveitamento ficou muito bom

    ResponderEliminar
  6. Gostei do efeito do puré... ;)
    Uma sugestão tentadora sem dúvida...
    Obrigado por partilhares...
    Beijinhos e boa semana...

    ResponderEliminar

Tempere à gosto !