27 de Maio de 2010

Tarte de nêsperas



No Domingo passado, o nosso amigo José Adelino veio à casa cozinhar-nos a sua famosa feijoada. Resolvi fazer esta tarte leve e fresca para a sobremesa, já que o delicioso prato principal - bem abastado em carnes e enchidos - não era dos mais leves (em breve, publicarei a receita da feijoada). Passamos um Domingo inesquecível no jardim a comer, beber, rir e conversar. Obrigada, queridos José Adelino, Rúben, Dina e Mena...!

Ingredientes para 6 pessoas

- 1 rolo de massa areada de compra
- feijão seco ou arroz cru q.b.

Recheio

- 200 g de queijo fresco para barrar (cream cheese), tipo Philadelphia ou Valformoso
- 2 iogurtes naturais
- 3 folhas de gelatina neutra
- 4 colheres (sopa) de mel
- 1 colher (sopa) de raspa de casca de limão

Cobertura

- 800 g de nêsperas
- 100 g de açúcar
- 2 colheres (sopa) de água
- 2 folhas de gelatina neutra

Preparação

Pre-aquecer o forno a 180ºC. Forrar uma tarteira com uma folha de papel vegetal e depois com a massa areada. Picar o fundo com os dentes de um garfo.

Cobrir integralmente a massa com uma folha de alumínio alimentar e espalhar feijão seco ou arroz no fundo.

Levar ao forno - a 180ºC - por 15 minutos. Descartar o feijão seco e a folha de alumínio. Levar ao forno por mais 5 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer.

Demolhar 3 folhas de gelatina em água fria. Escorrer muito bem, espremendo as folhas de gelatina com as mãos. Levar a derreter em banho-maria, sem deixar ferver.

Bater o queijo fresco em creme com os iogurtes, o mel e a raspa de limão. Incorporar as folhas de gelatina derretidas, mexendo bem até dissolverem por completo no creme.

Espalhar o creme pela massa cozida e deixar repousar no frigorífico até solidificar.

Entretanto, lavar e arranjar as nêsperas. Corta-las em metades no sentido longitudinal e remover os caroços.

Colocar as metades de nêsperas num tacho, juntamente com o açúcar e a água. Cobrir com uma tampa e levar ao lume. Cozinhar em lume médio-brando por 15-20 minutos.

Demolhar as duas folhas de gelatina restantes em água fria. Espremer muito bem com as mãos e juntar ao preparado de nêsperas ainda quente. Envolver até a gelatina dissolver por completo.

Dispor as metades de nêsperas de forma harmoniosa sobre o recheio da tarte. Cobrir com um pouco da calda do tacho e deixar arrefecer. Levar novamente a tarte ao frigorífico até solidificar.

Retirar a tarte do frigorífico 10-15 minutos antes de servir e cortar em fatias.

Fonte : receita adaptada da revista Saúde à Mesa nº16 (Portugal)

Tarte : Torta - Papel vegetal : Papel manteiga - Frigorífico : Geladeira - Arrefecer : Esfriar

16 comentários:

  1. Hummmmmm, está mesmo muito bonita!!!
    Bjsss,
    Madalena

    ResponderEliminar
  2. Gostei mesmo muito desta tua tarte, penso que é a primeira que vejo com nêsperas!

    ResponderEliminar
  3. Já anotei! Que pequena maravilha!...
    Beijinhos
    Babette

    ResponderEliminar
  4. Ficou linda a tua tarte, também faço uma semelhante, mas não fica tão bonita.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Está deliciosamente bonita...e de sabor de certeza muito bom...
    beijinho

    ResponderEliminar
  6. Que linda ficou a tua tarte! Também não conhecia tarte feita com nêsperas, mas parece-me deliciosa! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Que maravilha Elvira maravilha memso,jinhosss

    ResponderEliminar
  8. elvira nada como uam bela tarte para sobremesa perfeita.
    deliciosa
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Sempre que aqui venho sou surpreendida com sugestões deliciosas...
    Esta não podia fugir à regra...
    Nunca tinha visto e ficou cá uma certa curiosidade....
    Obrigado pela partilha...
    Beijinhos e boa semana...

    ResponderEliminar
  10. Foi uma deliciosa além de belíssima forma de rematar um tão agradável almoço.
    beijinho.

    ResponderEliminar
  11. Ficou uma tarte linda e imagino que muito boa também.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Adoro sobremesas de fruta, especialmente porque são mais leves e refrescantes, parece que não pesam tanto :)

    ResponderEliminar
  13. Muito original essa tarte, já vi compotas de nespera mas outros doces nunca tinha visto :-)

    ResponderEliminar

Tempere à gosto !