15 de maio de 2009

Bolinhos de caranguejo à caribenha



Estes bolinhos tipicamente caribenhos dão um pouco de trabalho se - como eu, usar uma sapateira inteira e não carne de caranguejo vendida já cozida, descascada e congelada. Mas vale a pena, pois ficam uma pura delícia. De comer e chorar por mais...

Ingredientes para +/- 16 unidades

- 1 batata grande, cozida e cortada em cubos
- sal & pimenta moída no momento
- 4 cebolas de rama (cebolos, spring onions), picadas finamente com a rama
- 1 dente de alho picado finamente
- 1 colher (sopa) de tomilho fresco picado
- 1 colher (sopa) de mangericão fresco picado
- 1 colher (sopa) de coentros frescos picados
- 225 g de carne de sapateira* cozida, desfiada
- 1/2 colher (chá) de mostarda de Dijon
- 1 malagueta vermelha pequena, picada finamente (sem as sementes)
- 1 ovo ligeiramente batido
- farinha para polvilhar
- óleo vegetal q.b.
- cunhas de lima ou de limão

* para obter aproximadamente 225 g de carne, a sapateira tem de pesar no mínimo 1,2 kg, aproveitando-se o miolo, as eventuais ovas e a carne contida nas pinças. A receita fica igualmente boa preparada com uma quantidade equivalente de caranguejos mais pequenos.

Preparação

Colocar os cubos de batata numa tigela grande e esmagar com um garfo até ficar em puré. Juntar as cebolas de rama picadas, o alho, o tomilho, o mangericão e os coentros.

Adicionar a carne de sapateira desfiada, a mostarda, a malagueta, o ovo, sal e pimenta à gosto. Misturar tudo muito bem até obter uma espécie de pasta homogénea.

Cobrir a tigela com filme transparente e reservar no frigorífico durante pelo menos 30 minutos.

Colocar alguma farinha num prato grande e raso. Untar ligeiramente as mãos com óleo e formar bolinhas com o preparado de sapateira. Achatar ligeiramente as bolinhas com a palma da mão ou uma espátula e passa-las pela farinha.

Aquecer um pouco de óleo numa frigideira anti-aderente. Juntar os bolinhos de caranguejo, tendo o cuidado de deixar espaço suficiente entre eles para que não colem uns aos outros. Dourar os bolinhos de ambos os lados.

Escorrer sobre papel absorvente e deixar amornar. Colocar os bolinhos numa travessa e guarnecer com cunhas de lima. Servir os bolinhos mornos ou frios, com salada de tomate para acompanhar.

Fonte : receita adaptada do livro Peixe e Marisco - Ed. Parragon Books (Portugal)

Ver também : Bolinhos de arroz e caranguejo

Pimenta : Pimenta do reino - Cebola de rama : Cebolinha verde - Frigorífico : Geladeira

9 comentários:

  1. Que receita tão exótica!
    Estou certa de que iria gostar se pudesse provar um desses bolinhos de caranguejo!

    Bom fim-de-semana Elvira.

    ResponderEliminar
  2. Elvira, amiga.. que delícia de receita! Sou apaixonada por carne de caranguejo.. esses bolinhos têm um aspecto divino!
    Beijo grande,

    Mari

    ResponderEliminar
  3. Esses bolinhos devem ser maravilhosos!! Que lindos ficaram! :P

    ResponderEliminar
  4. Realmente deram trabalho, mas aposto que valeu todo o esforço de retirar a carne da sapateira... Têm um aspecto divinal e o palacto deve ser extraordinário.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Olá Elvira!

    Estes bolinhos até parece que cheiram, não é difícil imaginar eu sabor!
    Será que resultam com bacalhau desfiado?
    Beijinho
    (Leonor)

    ResponderEliminar
  6. Adoro marisco, estes bolinhos devem ficar uma delícia com todos esses temperos!

    ResponderEliminar
  7. Que bolinhos mais deliciosos, tenho a certeza que vsão muito bons.
    Bjos

    ResponderEliminar
  8. Elvira, ficaram lindos e apetitosos.

    ResponderEliminar

Tempere à gosto !