24 de agosto de 2018

Bistrot de portas definitivamente fechadas

Este blog não é alimentado faz anos e nem sequer pedi desculpas ou expliquei porquê. No entanto, sei que existem pessoas que me seguem lealmente há anos. Devo-vos algumas explicações, sendo eu, afinal, a "mãe" dos bloggers culinários em língua portuguesa.

Já fechei também as portas da "tasca", o irmão mais velho e francês do "bistrot". Todavia, não vou apagar o Elvira's Bistrot. Continuará "online" para todos os que gostam das minhas receitas e para quem o visita de propósito ou por acaso ainda com muita frequência. Simplesmente, este é o último post. O da despedida.

Os meus blogues foram a minha terapia para comunicar com o mundo e respirar, uma escapatória para longos anos de uma vida de terror vivida, infelizmente, por muitas mulheres. Fui - e continuo, apesar da separação - vítima da forma mais insidiosa e sádica de violência doméstica: a psicológica. Pelo menos, se o "cavalheiro" me tivesse batido, eu teria ido logo a polícia apresentar queixa e estaria livre. Fui amordaçada, silenciada, humilhada, maltratada, algemada, isolada, separada à força dos meus familiares e amigos. Até sofri - de uma forma indirecta - de maus tratos físicos.

Como se não bastasse, fui vítima de uma doença grave. Pensei que me tinha livrado dela, mas tive uma recaída pior ainda recentemente. Agora, vivo só e em condições muito precárias e continuo doente. Este blogue já não faz sentido nenhum, já que repousa numa grande mentira. As receitas foram devidamente testadas e fotografadas por mim, mas o retrato da minha felicidade doméstica e pessoal, esse, nunca passou de uma farsa em que todos acreditaram piamente. Ou fingiram acreditar. É muito mais confortável enfiar a cabeça debaixo de areia.

Talvez um dia regresse aos fogões com um blogue novo e uma vida nova também, melhor. Muito melhor, espero. 

Obrigada por me terem seguido e dado alguma alegria durante tantos anos.



Elvira

Sem comentários:

Publicar um comentário

Tempere à gosto !